OMS e Unicef lançam dez passos para promover o aleitamento materno

OMS e Unicef lançam dez passos para promover o aleitamento materno

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lançaram nova cartilha com 10 passos para aumentar o apoio ao aleitamento materno nas unidades de saúde que prestam serviços de maternidade para recém-nascidos.

OMS e Unicef lançam dez passos para promover o aleitamento materno

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) lançaram nova cartilha com 10 passos para aumentar o apoio ao aleitamento materno nas unidades de saúde que prestam serviços de maternidade para recém-nascidos.

A “Ten Steps to Successful Breastfeeding” (10 passos para a amamentação bem sucedida) resume um pacote de políticas e procedimentos que as instituições devem implementar para apoiar a amamentação.

Como se sabe, dentre outros benefícios, o leite materno é uma das maneiras mais efetivas de proteção contra infecções do trato digestivo, do sistema respiratório e do trato urinário. A prática ainda melhora o QI, o desempenho e a frequência escolar, além de estar associada a rendas mais altas na vida adulta. Por fim, reduz o risco de câncer de mama nas mães.

Veja os 10 passos a serem implementados de acordo com o novo documento:

Procedimentos de gestão

1a – Cumprir plenamente o Código Internacional de Comercialização de Substitutos do Leite Materno e as resoluções relevantes da Assembleia Mundial de Saúde.

1b – Ter uma política de alimentação infantil registrada por escrito e que seja comunicada aos pais e funcionários com frequência.

1c – Estabelecer sistemas contínuos de monitoramento e gerenciamento de dados.

2 – Garantir que os funcionários tenham conhecimento, competência e habilidades suficientes para apoiar a amamentação. 

Práticas clínicas

3 – Discutir a importância e manejo da amamentação com mulheres grávidas e seus familiares.

4 – Facilitar o contato pele-a-pele imediato e ininterrupto e com suporte para que as mães iniciem a amamentação logo após o nascimento.

5 – Dar suporte para que as mães iniciem e mantenham a amamentação, fazendo o manejo de possíveis dificuldades./p>

6 – Não dar alimentos ou líquidos ao recém-nascido, fora o leite materno, a não ser que seja indicado pelo médico.

7 – Possibilitar que mães e bebês fiquem juntos, no mesmo quarto, 24 horas por dia.

8 – Dar suporte para que as mães reconheçam e respondam às demonstrações de fome do filho.

9 – Aconselhar as mães sobre o uso e os riscos de mamadeiras, bicos e chupetas.

10 – Coordenar a alta para que os pais e seus filhos tenham acesso ao apoio e cuidado contínuos.

Referências

Bibliografia: World Health Organization (“Ten steps to successful breastfeeding“)

LEIA TAMBÉM

Amamentação previne obesidade infantil

Cerca de 41 milhões de crianças menores de cinco anos estão acima do peso no mundo todo.

Ver mais

Como é o consumo alimentar de crianças nos primeiros anos de vida no Brasil?

Revisão realizada sobre a nutrição infantil brasileira mostra que é preciso manter a atenção ao consumo de vitaminas e minerais na primeira infância

Ver mais

OMS quer elevar as taxas de amamentação no mundo até 2025

A Organização Mundial da Saúde pretende elevar as taxas de aleitamento materno de 41% para 55% Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), o bebê deve ser exclusivamente amamentado até os seis meses de idade.

Ver mais

Nós usamos cookies para operacionalizar o site e melhorar cada vez mais sua experiência de navegação. Para mais informações acesse a Política de cookies | Política de privacidade.

Prosseguir