Agressividade: como os pais devem lidar?

Agressividade: como os pais devem lidar?

É preciso ficar de olho no comportamento agressivo da criança para não perder o controle

Agressividade: como os pais devem lidar?

Muitos pais e mães sofrem desde cedo com episódios de agressividade de crianças. Puxões de cabelo, tapas e até pequenas mordidas são as formas como elas encontram de manifestar suas emoções quando são pequenas. Mas, segundo cartilha do Centro de Excelência para o Desenvolvimento na Primeira Infância, do Canadá, esses comportamentos agressivos precisam ser evitados logo, antes que o quadro se agrave. Confira dicas do que fazer:

Fique de olho!

De acordo com a cartilha, os pais precisam supervisionar as primeiras interações da criança. Assim, fica mais fácil agir quando ela manifestar qualquer sinal de agressão.

Desencoraje comportamentos agressivos

Não ria nem seja tolerante demais com o pequeno. Se ele fizer algo errado, aponte o que você não gostou. Regras claras e disciplina são essenciais na infância.

Ensine a pedir desculpas

Se a criança já estiver falando, faça com que ela se desculpe por seu comportamento. Ela precisa entender que seus erros afetam as pessoas ao seu redor e que não deve repeti-los.

Referências

Domitrovich CE,Greenberg MT. Intervenções preventivas que reduzem a agressividade em crianças pequenas. Em: Tremblay RE, Boivin M, Peters RDeV, eds. Tremblay RE, ed. tema. Enciclopédia sobre o Desenvolvimento na Primeira Infância [on-line]. Publicado: Junho 2003 (Inglês). Consultado: 31/08/2021. Disponível em: enciclopedia-crianca.com
Comportamentos agressivos – compreender para lidar melhor. Centres of Excellence for Children’s Well-being. 2010. Disponível em: enciclopedia-crianca.com

LEIA TAMBÉM

Cuidado, estímulo e afeto são essenciais para um atendimento de qualidade nas creches

Com base em pesquisa sobre a primeira infância, realizada pela Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, especialistas sugerem uma série de iniciativas para melhorar o atendimento nas creches e assim garantir o desenvolvimento adequado de crianças de até 3 anos.

Ver mais

De avó para mãe: qual a importância da família para a amamentação do bebê?

Além de ajudar nas tarefas diárias, avós e familiares também podem incentivar o aleitamento materno

Ver mais

Menos culpas, mais atenção: o comportamento dos pais afeta os filhos?

Pais que comem demais criam filhos comilões? Adultos que têm medo de tudo transmitem isso às crianças? Não necessariamente.

Ver mais

Nós usamos cookies para operacionalizar o site e melhorar cada vez mais sua experiência de navegação. Para mais informações acesse a Política de cookies | Política de privacidade.

Prosseguir